O primeiro porto de Buenos Aires estava situado no bairro de La Boca e, apesar de suas freqüentes inundações, recebeu um grande fluxo de imigrantes, principalmente de italianos. Tanto é assim que o bairro é conhecido até hoje pelo apelido de La Piccola Italia, pelo seu marcado aspecto mediterrânico.

Esse aspecto é completamente diferente dos demais bairros de Buenos Aires, com casas térreas de madeira e fachadas multicoloridas. As cantinas coloridas também são típicas dessa área, com estabelecimentos onde a comida, a música e as danças italianas são uma presença constante.

Além disso, é nesse bairro que se encontra a sede de um dos times de futebol mais antigos e importantes do país, o famoso Boca Juniors, fundado em 1905. Lá você poderá conhecer o seu estádio, conhecido popularmente como La Bombonera, enquanto passeia por ruas de paralelepípedos em direção ao cemitério dos barcos, aos silos de areia ou aos armazéns navais.

A Calle Museo Caminito é uma via pública de apenas 100 metros de extensão que está totalmente reservada aos pedestres. Apesar de suas reduzidas dimensões, é uma das ruas mais freqüentadas e famosas de Buenos Aires. As paredes de suas casas, com sacadas e janelas cheias de flores, estão pintadas com cores vivas, representando murais ou cerâmicas. Hoje em dia, essa via pública está repleta de intérpretes cantando tangos de Carlos Gardel e de casais dançando milongas. Lá você também verá uma quantidade significativa de artistas plásticos e artesãos expondo seus trabalhos ao ar livre.

Entre outras atrações, merecem destaque no Barrio de La Boca: o Museo de Bellas Artes de La Boca (voltado exclusivamente a artistas argentinos) e a velha e nova ponte de Avellaneda (que simbolizam a união entre a cidade e a província de Buenos Aires).

Guia de Buenos Aires | Bairros em Buenos Aires

Leave a Reply

Your email address will not be published.