Aeroportos

A maioria dos viajantes que vão ao Japão, principalmente os que viajam a Tóquio, entram pelo principal aeroporto do país, o Aeroporto de Narita, também conhecido como Kokusai Kuko Kodan Shin-Tokyo. Esse aeroporto está situado a uns 66 quilômetros ao leste de Tóquio.

O trem Narita Express é um trem-bala que faz o trajeto entre o aeroporto e o centro de Tóquio em bem pouco tempo. Se preferir, também poderá utilizar o trem Skyliner. O serviço de ônibus, chamado Airport Limousine, levará você aos principais hotéis do centro de Tóquio, bem como ao Aeroporto de Haneda e aos terminais de trem Tokyo City Air e Yokohama. Além disso, há táxis que cobrem esse mesmo trajeto, mas são especialmente caros.

O segundo aeroporto de Tóquio é o Aeroporto Internacional de Tóquio, também conhecido como Aeroporto de Haneda. Ao contrário do que o seu nome parece indicar, na verdade esse aeroporto está voltado para o transporte aéreo nacional. Por isso, é pouco provável que você aterrisse em Haneda, a não ser que decida locomover-se pelo país em avião. O aeroporto de Haneda está situado cerca de 16 quilômetros ao sul de Tóquio e está interligado ao centro da cidade por meio do Tokyo Monorail e pelos ônibus do serviço Airport Limousine.

Apesar de ser muito importante, o porto de Tóquio está especializado exclusivamente no transporte de mercadorias. Em Ariake, na baía de Tóquio, você poderá encontrar o Porto de Ferrys de Tóquio, que lhe permitirá viajar a várias cidades japonesas por via marítima.

Se chegar a Tóquio vindo de outra zona do país, ou essa cidade for o seu ponto de partida para explorar o Japão, cabe ressaltar que o país inteiro está interligado por uma ampla rede de trens. A Japan Railways opera a maioria das linhas ferroviárias, contando com um serviço extremamente eficiente.

Todo turista que visita o Japão deveria experimentar a sensação futurista de viajar em seu trem-bala. No Japão, os trens-bala contam com uma limpeza impecável, são extremamente velozes, pontuais e percorrem o país inteiro. Além disso, se você programou uma viagem em trem pelo Japão, poderá optar por uma passagem integrada, com tarifas mais econômicas.

Transporte Público


Para locomover-se por essa megalópole chamada Tóquio, é importante saber escolher bem entre as opções de transporte público. O transporte de Tóquio está baseado em uma rede ferroviária e de metrô que cobre toda a cidade. Por sinal, esses dois meios de locomoção transportam, juntos, cerca de 20 milhões de passageiros por dia.

O metrô de Tóquio é o terceiro maior do mundo, com 12 linhas administradas por duas empresas. A empresa Tokyo Metro administra oito linhas de metrô, as quais, por sua vez, estão interligadas com as outras quatro linhas administradas pela empresa Toei Subway e com os demais meios de transporte da cidade, entre os quais se encontram o monotrilho, o bonde ou os trens privados. Uma excelente opção é adquirir o T-Card (ou o Passnet), que lhe permitirá utilizar todo o sistema de transportes da cidade.

Além disso, em Tóquio há sete grandes estações de trens: Akihabara, Ikebukuro, Shibuya, Shimbashi, Shinjuku, Tokyo e Ueno. A Linha Yamanote interliga essas estações entre si e com as estações de metrô. Além disso, seis das oito linhas de trem de alta velocidade (Shinkansen) vão até a Tokyo Station, a principal estação da cidade, de onde você poderá ir a cidades como Kioto, Osaka ou Yokohama.

Uma boa parte da sinalização das estações de metrô está escrita em japonês e inglês. Além disso, quase todos os nomes de cidades e estações estão transcritos em caracteres romanos, o que facilita a vida do turista. Uma boa dica é evitar as horas de pico, porque nesses horários os trens ficam abarrotados de passageiros e a viagem pode acabar se transformando em uma experiência um tanto quanto estressante.

Outra boa opção é o serviço de ônibus urbanos, conhecidos como Toei. Esse meio de transporte é especialmente indicado para as viagens curtas e para fazer a interligação com a rede de metrô. Se você se perder em Tóquio, uma boa dica é ir até um Koban. Os Koban são pequenas delegacias de polícia que você poderá encontrar em qualquer bairro da cidade.

Não é muito recomendável locomover-se de carro dentro do perímetro urbano de Tóquio, já que os congestionamentos constantes e o tráfego caótico podem acabar com a sua paciência. No entanto, o automóvel pode ser uma boa opção para quem conhecer as zonas rurais do país.

Outra excelente opção é locomover-se por meio dos táxis da cidade ou por meio do seu serviço de limusines e carros de luxo, embora não seja uma opção indicada para quem viaja com um orçamento reduzido. Em Tóquio você também pode usar os meios de transporte voltados exclusivamente ao turismo, como o Tokyo Sightseeing Tours ou o The Grey Line, um serviço de ônibus que leva o visitante às atrações turísticas mais significativas da cidade.

Guia de Tóquio

3 Responses

  1. Marcos Matos

    Muito bom texto. Parabéns!
    Sonho visitar esse pequeno GRANDE pais que é o Japão. Essa idéia povoa minha mente cada vez mais. Imagino fazer essa viagem sendo recebido pro um profissional ligado ao turismo que possa me guiar pelo país inteiro. Imagino alguém que conheça realmente a cultura e a história do pais.
    Espero viver esse sonho ainda no ano que vem. Estou reforçando meu inglês para tentar interagir ao máximo com o povo daquele pais.
    Se alguém souber de algum profissional que preste esse tipo de serviço, gentileza me passar o contato.
    Muito boa sorte a todos.

    Responder

Leave a Reply

Your email address will not be published.