Friedrichstraße 43-45
Berlin

O muro de Berlim (Berliner Mauer em alemão) é o muro que separou durante quase 30 anos a República Federal da Alemanha (Alemanha Ocidental) da República Democrática Alemã (Alemanha Oriental), contando com 120 quilômetros de extensão. Esse muro se transformou no símbolo da opressão da Guerra Fria, separando e isolando a população de Berlim. Muitos foram os alemães que morreram tentando cruzar o muro, fortemente vigiado pelos guardas da fronteira.

Durante a década de 1980, os países da área de influência soviética viveram um processo de abertura das fronteiras, o que propiciou que, em 9 de novembro de 1989, fosse anunciada a abertura da fronteira que dividia o país. Nessa mesma noite, os berlinenses, munidos de martelos, marretas e qualquer utensílio que pudesse quebrar o muro, começaram a derrubá-lo em um trabalho coletivo, protagonizando o episódio que ficou conhecido como A queda do muro de Berlim, que pôs fim a quase 30 anos de divisão.

Hoje ainda restam algumas partes do muro de Berlim. A mais famosa, sem dúvida, é a parte conhecida como Mühlenstraße, atualmente transformada em um enorme mural com pinturas de 118 artistas. Essa é a parte mais longa do que ainda resta do muro, com mais de um quilômetro de extensão.

Outra atração interessante é o museu Checkpoint Charlie, um dos postos de controle de fronteira mais famosos da cidade, que foi conservado para lembrar ao mundo tudo que significou o muro de Berlim. Nesse museu, você poderá conhecer a história do muro de Berlim por meio de objetos e testemunhos daqueles que arriscaram as suas vidas para atravessá-lo.

Guia de Berlim | Monumentos em Berlim